Serviços |

SPC - Dicas do SPC

Cadastro do cliente

Fazer o cadastro dos clientes que compram no crediário, no cheque, ou mesmo quando o pagamento é efetuado à vista, é importante para ter o endereço do cliente e possibilitar o envio de correspondências. Um dos requisitos para a inclusão do registro no banco de dados do SPC é o envio da carta de aviso, informando o consumidor do débito em atraso, e para isso é necessário informar o endereço do cliente.

Conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, quem deve enviar esta carta de aviso é o banco de dados (SPC) no qual está sendo inserido o apontamento, mas a responsabilidade pelas informações cadastrais do consumidor é do associado.

Caso a carta de aviso ao consumidor seja devolvida pelo Correio e o consumidor reclame que não foi notificado da inclusão do registro, será necessário comprovar para qual endereço a carta foi encaminhada, através do cadastro do cliente e do borderô do correio.

Abaixo, disponibilizamos um modelo de cadastro de cliente simples e outro para vendas no crediário.


Clique aqui para baixar o arquivo Cadastro de Clientes

Clique aqui para baixar o arquivo Cadastro de Clientes - Crediário

 

CPF - Documento principal da consulta
 

Orientamos para que todos os operadores do sistema SPC, que consultam cadastros e analisam o crédito do cliente, tenham o cuidado de verificar a situação do CPF do consumidor na base da Receita Federal para conferir se o mesmo está ATIVO.

A resposta da consulta traz o link de acesso ao site da Receita Federal, facilitando esta verificação e agilizando a consulta naquela base de dados.

Esta consulta é importante para evitar a comercialização de serviços e produtos para consumidores com o CPF na situação CANCELADO. Se o documento está cancelado deve-se solicitar que o consumidor apresente um novo documento, demonstrando assim sua regular situação junto aos órgãos públicos. Caso o CPF esteja suspenso, é importante informar ao consumidor, pois o documento pode ser cancelado a qualquer momento impedindo seu uso.

Como exemplo, podemos citar a situação de consumidores que compram no comércio com um CPF CANCELADO e ficam com o débito pendente por 5 (cinco) anos (até a prescrição), sendo que durante este período apresentam outro CPF que está REGULAR na Receita Federal, possibilitando a liberação do crédito. Assim, sendo o CPF o documento principal para consultar os bancos de dados de restrição ao crédito, a informação negativa não é visualizada.

Confira outros serviços

Voltar