IMPRENSA | Articulações Políticas |

CDL de Florianópolis lança campanha de combate à pirataria

Entidade luta há mais de uma década contra o comércio ilegal na Capital

A CDL de Florianópolis lançou nesta segunda-feira (25), às 9h, na sede da entidade, a campanha “Despiratize”, uma ação de conscientização e reflexão para população que consume produtos piratas. Com o conceito desenvolvido pela agência Karambola, a campanha tem o intuito de questionar se “o preço vale a vergonha” em utilizar um produto falsificado.

A campanha será veiculada entre os meses de junho e dezembro e a cada dois meses uma nova peça conceito será lançada – agosto e novembro. A veiculação começou nesta segunda-feira (25) em diferentes mídias: rádio, outdoor, busdoor, lonas no terminal de integração do Centro de Florianópolis (TICEN), portal web, redes sociais e demais canais de comunicação da CDL.

O combate à pirataria é uma das premissas da CDL de Florianópolis, que luta há mais de uma década para coibir a concorrência desleal estabelecida na Capital. Quem adquire um produto de origem duvidosa patrocina o crime, além de alimentar a cadeia do comércio irregular que sobrevive sob a base da sonegação.

De acordo com o levantamento do Fórum Nacional contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP), as perdas nos 15 principais setores produtivos em 2017 somaram mais R$ 146 bi. Sendo que o segmento de confecções lidera o mercado ilegal com R$ 35 bi, seguido de cigarros com R$ 12 bi e óculos com R$ 7 bi. Com isso, empresas estabelecidas que exercem as atividades dentro das normas, pagam impostos, geram emprego e riqueza para o município fecham as portas por conta da alta concorrência desleal.

“A CDL de não tolerará qualquer adiamento que implique na manutenção de um cenário que favorece apenas aqueles que agem à margem da lei em nossas ruas, praças e balneários. O nosso foco é apoiar empreendedores que criam riqueza e oportunidade para todos”, afirma o presidente da entidade, Lidomar Bison.

O encontro contou com a presença de autoridades da cidade, entidades empresariais, imprensa e associados.

Para a Comandante Geral da Guarda Municipal e Secretária da Secretaria Municipal da Segurança Pública, Maryanne Mattos, a campanha tem o apoio da prefeitura da Capital. “É preciso conscientizar as pessoas. Enquanto tiver quem compre produtos irregulares, terá quem comercializa. É um círculo vicioso”, pontua Mattos.

Junte-se à campanha “Despiratize”

A CDL de Florianópolis desenvolveu a campanha “Despiratize” para combater a ilegalidade e fortalecer o movimento empreendedor da Capital. Com essa proposta, as artes de divulgação da campanha serão disponibilizadas sem custo, para empresas e entidades que tenham interesse em defender a bandeira da legalidade e combater a pirataria no município. As peças da campanha estarão disponíveis para download no site da entidade.


Clique aqui para abrir a galeria

Voltar